Repetições amorosas, porque elas acontecem?

Repetições amorosas: por que elas acontecem?

Texto desenvolvido por Lú Rozeira .



Muito comum nos atendimentos sobre relacionamentos verificarmos que pessoas que vem de uma série de relacionamentos infelizes traz um padrão de repetição no perfil dos parceiros e na forma do desfecho daquele relacionamento.

Necessário entender como é porque essas repetições acontecem. Vamos lá!


A repetição é um dos conceitos essenciais da psicanálise. Freud (sempre irei citar, pois foi o cara que dedicou a vida ao estudo do inconsciente) nos dizia que o caráter compulsivo da repetição está intrinsecamente ligada à pulsão de morte.


Vou fazer um pequeno parênteses aqui pra de maneira bem simples vocês entenderem o que significa a pulsão a morte: toda pulsão designa a representação psíquica de estímulos originados no organismo e chegam até a mente, pulsão não designa necessariamente equivalência ao instinto. A pulsão de morte indica a redução por completo das atividades de um ser vivo, o indivíduo entra nesse looping de repetição buscando a solução mas na verdade de maneira inconsciente está se autodestruindo indo em direção a morte. Fechado esse parênteses voltamos a entender porque as repetições acontecem?


Necessitamos reviver o trauma com o objetivo de elaborar essa vivência. Ou seja: ao nos relacionarmos com pessoas semelhantes, estamos fazendo um movimento interno com o objetivo de entendermos aquela re-edição traumática.


Tomemos como exemplo um relacionamento abusivo, onde um dos cônjuges é violento. Você percebe que a relação não está fazendo bem, porém, não compreende as reais motivações pelas quais entrou nesse relacionamento. Você decide findar a relação. Tempos depois, você encontra uma pessoa interessante, formidável aos seus olhos. Vocês se apaixonam e o relacionamento se estabelece. Após um tempo, aquela pessoa gentil deu lugar a um ser agressivo e possessivo, tal qual o relacionamento anterior. O sofrimento vivido na outra relação parece ter se atualizado na atual. Mas por que isso acontece, se a sua vontade era ter um relacionamento saudável e amoroso?


Traumas do passado tendem a se repetir enquanto não elaboramos o que aconteceu conosco. O nosso inconsciente faz com que escolhamos pessoas pelas quais teremos a oportunidade de ressignificar aquele trauma.


Parece insano, não? Nossa psique tem mistérios que somente acessando o inconsciente conseguimos desvendar. O insconsciente intende que do erro a repetição é que se encontra a solução. Mas não precisa ser assim uma vida toda de sofrimentos para aprender, a menos que você escolha dessa maneira.


Através da técnica do thetahealing podemos liberar você desses traumas do passado de maneira leve e amorosa e utilizando a técnica do digging vamos descobrir quais os ganhos, aprendizados e virtudes que você precisava colher com esses padrões repetitivos e trazer isso a sua consciência ressignificando te deixará pronto para um relacionamento estável e saudável sem que você precise ficar preso a esse padrão!


Esse texto fez sentido pra você?


Eu sou Lú Rozeira, psicanalista, thetahealer especialista em relacionamentos e estou a sua disposição aqui no Iterappy pra te atender e trazer amor e equilíbrio a sua vida!

49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo